terça-feira, 25 de novembro de 2008

Rolling Stone Cover December'08



Quase um ano após o seu colapso, Britney Spears diz que se sente mais madura. Para ser exato, “Eu me sinto uma idosa agora”, ela disse em entrevista para a próxima edição da Rolling Stone, disponível na próxima sexta-feira. “É sério! Eu vou para a cama, tipo, às 9h30 toda noite, e eu não saio por aí nem nada.”

Spears fará 27 anos no dia 2 de dezembro, no mesmo dia em que seu álbum, Circus, chegar as lojas. “Esse será o álbum que consolidará seu status de lenda”, disse seu empresário, Larry Rudolph.

De fato, a Pop Star vem de um longo caminho das suas duas internações em hospitais psiquiátricos nesse ano, a revista diz. Depois da última internação, no começo de fevereiro, seu pai, Jamie Spears, foi nomeado seu conservador, assim como o advogado Andrew Wallet, para que os dois pudessem cuidar de suas finanças e seus afazeres pessoais.

Entrevistar a estrela foi um “processo rigorosamente controlado”, de acordo com a Rolling Stone.

“Nós nunca éramos deixados a sós, e minhas perguntas tinham de ser enviadas previamente para aprovação”, disso o repórter Jenny Eliscu.

Rudolph diz: “O trabalho dela é ser Britney Spears, e infelizmente, esse trabalho acaba invadindo sua vida pessoal e cria toda essa situação singular onde ela precisa ter pessoas que a protegem todo o tempo.”

Isso vale para encontros amorosos também. Recentemente, Spears foi a um acompanhada de sua assistente, Brett, e um colega de Rudolph, Adam Leber. “Assim que chegamos lá, ficamos sabendo que seria ruim”, Spears disse. “Ele parecia uma versão mais velha de Harry Potter, porém mais magro. Então eu tive que pedir a sobremesa mais cedo. E o outro encontro que eu tive, o cara era muito, muito alto e muito mais velho. Nós tentamos perguntar alguma coisa a ele, como, ‘OK, você é por dentro das artes marciais, então que tipo de arte marcial você sabe?’ E ele respondia, ‘Oh, de todos os tipos.’ Mas você sabe o quanto nós somos bobos, então só ficamos rindo muito.”

Ela fica séria quando o assunto é seus filhos. Apesar de perder a custódia de Sean Preston e Jayden James para seu ex-marido Kevin Federline, Spears foi autorizada a vê-los mais vezes, graças em parte a ordem de conservação.

“Toda vez que eles vão me visitar, eu penso em como eles são pessoas especiais”, ela diz.

Ela é crítica ao seu ex-marido e diz que as crianças “estão começando a aprender palavras como ‘estúpido’, e Preston diz a ‘palavra-com-f’ (fuck) agora algumas vezes. Ele não aprendeu isso com a gente. Ele deve ter aprendido com o pai. Eu digo isso, mas não na presença dos meus filhos.”


Créditos: USA Today


Revista Rolling Stone diz o que achou do “Circus

A revista Rolling Stone, a mesma no qual Britney será capa em breve com um novo ensaio, divulgou sua crítica ao álbum Circus, que será lançado em todo o mundo semana que vem. O álbum recebeu um total de 3 estrelas e meia, de um total de 5 — a mesma nota dada ao álbum Blackout ano passado pela revista. Confira a tradução da crítica:

Britney pode ter deixado a ala psiquiátrica, mas no Circus, ela prova que ainda é excêntrica. O pop ousado e “club” em seu sexto álbum — o primeiro desde que foi liberada e de perder a guarda dos filhos — pode ser considerado uma ótima continuação do seu álbum de 2003, In The Zone. Os produtores de Toxic Bloodshy & Avant fazem sua parte novamente com a melódica e ardente Unusual You. A produzida por Max Martin If U Seek Amy (fale isso rápido) é atrevida e incomumente alegre, e a violenta e insulta-paparazzi Kill the Lights é uma síntese do Blackout de 2007.

Os vocais de Britney no Blackout davam a impressão que que ela estava cantando de um telefone, mas no Circus ela realmente gravou tudo com tempo em estúdio, e cantando de verdade algumas músicas lentas. Guy Sigsworth, da banda Frou Frou contribui com Out From Under, a melhor balada de Britney desde I'm Not A Girl, Not Yet A Woman. Mas tem algumas porcarias também: Blur produzida por Danja é uma nova versão da ressaca de 2003 Early Mornin', quando a mãe de dois filhos canta “Onde diabos eu estou?”. Ela também fez a seus filhos um grande serviço mal feito com My Baby, a banal balada dedicada a eles. E a mamãe mostra que tem psicodrama a tratar em Mmm Papi, uma animada travessura com problemas paternos (“Me agarre bem forte e não me deixe cair / Mmm Papai, te amo”): Isso é sobre o papai que controla seus negócios ou o paparazzo com qual ela teve um namoro? O fato de estarmos ao menos curiosos mostra que Britney não perdeu seu talento: seus fãs ainda não conseguem se desvencilhar.


[image from the new Circus video]

Sem comentários:

Circus :: Listen Here ::